Muita calma nessa hora!


Hoje estou aqui para tratar de um assunto que nos últimos anos tem gerado muito mais expectativas e decepção em toda torcida palmeirense e principalmente no departamento de futebol, e não, não estou falando do time em si, ou simplesmente dos plantéis pífios dos últimos anos, hoje estou aqui para falar das nossas CATEGORIAS DE BASE!
Como já se sabe, o palmeiras praticamente dobrou os gastos com seu departamento de futebol amador (foram gastos em 2014 R$ 20,5 milhões contra R$ 9,9 milhões em 2013), além de claro melhorias na comissão técnica e também melhorias físicas para os garotos. E ainda tem a maior visibilidade que a base palestrina vem ganhando, e o famoso "intercâmbio" com o time profissional.
E os frutos já começam a aparecer: João Pedro e Gabriel Jesus, talvez sejam os dois jogadores mais talentosos que nossa base produziu nos últimos anos, já tem até alguns apressadinhos querendo os dois no time titular do palmeiras, gente, CALMA, MUITA CALMA NESSA HORA! E digo isso porque tenho certeza que os mesmos que pedem os dois no time titular agora, são os que apelidaram o pobre garoto de avenida João Pedro, nos jogos que ele teve chance de atuar nesse ano, e também os mesmos que disseram que Gabriel é o novo Lulinha, ou seja, nossa torcida é muito exigente e imediatista (e eu me incluo nesses adjetivos), o que para um clube do tamanho do palmeiras, é totalmente compreensível.
Os dois são claramente talentosíssimos, tanto que foram uns dos últimos a chegarem, foram convocados para um torneio na Áustria, Gabriel se tornou titular, camisa 10 e peça importantíssima no meio campo da seleção, com passes, gols, dribles e jogadas diferenciadas, de quem realmente sabe o que faz com a bola, e João Pedro desbancou o todo cheio de mídia Auro, do São Paulo, com atuações seguras e regulares, principalmente no ataque, onde tem uma facilidade imensa para trabalhar por dentro, com a perna esquerda (característica pouco comum nos laterais de hoje).
Ou seja, são dois jogadores muito talentosos, que são o futuro do nosso clube e com certeza da seleção também, mas é preciso que tenhamos calma, e eles cabeça no lugar e empenho, dedicação, humildade, são dois garotos de 18 anos, que ainda tem uma margem muito grande de evolução técnica, tática e física, podem ter certeza que quando estiverem prontos, qualquer que seja o treinador, eles não vão mais sair do time, porque são realmente muito bons!
E não podemos também nos esquecer de outros bons valores que temos na nossa base, que estão "babando" (como se diz no mundo da bola) por uma chance no time de cima: Nathan, Manu, Léo Cunha, Mateus Muller, Matheus Sales, Juninho, Gabriel Leite, Arancibia, entre outros.

Vamos ter mais paciência com nossos garotos, pois essa geração promete!
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário